Soluções Estratégicas no Investimento Imobiliário

Atualizado: Mai 14

O investimento, em qualquer área de negócio, tem desenvolvido no sentido de se transformar numa actividade especializada e fundamentada em análises profissionais e com recurso a dados e informação credível.


Deixou de ser uma actividade baseada em instintos e em "conhecimento" alicerçado na "experiência diária".

Com a necessidades de diversificar as áreas de investimento, nomeadamente com a evolução recente dos mercados financeiros e os impactos de uma pandemia, investir num activo requer um conhecimento que vai para além dos pontos fortes de um determinado activo.

Os juros baixos, e a reduzida rentabilidade de alguns dos mercados (por exemplo financeiros), trouxe para outros sectores, como o imobiliário e empresas/produtos novos, investidores e fundos até a alguns anos arredados destes cenários.


Mas para dar suporte e apoio a estas actividades é necessário recorrer a quem, de forma isenta e não relacionada com o activo, pode desenvolver análises e avaliações que de facto colaborem para a tomada de decisão.





Por isso a Imobintel apresenta-se ao mercado, desde o seu primeiro momento, como uma solução ao nível dos serviços de consultoria estratégica e de marketing para as empresas e investidores, particularmente os que actuam na área imobiliária.


Não estando envolvida nas transacções de propriedades, seja pelo lado da oferta ou da procura, reforçou a sua isenção no leque de serviços que desenvolveu para estes segmentos de mercado.


Mas em muitos casos, os empresários olham com algum desdém para estes serviços, não lhes atribuindo o devido valor ou mais valia. Não o consideram uma vantagem acrescida ou uma ajuda à decisão informada.


Em alguns casos, com o reconhecimento de que os investidores externos, ou de maior dimensão, não dispensam este tipo de análise e avaliação, desenvolvem alguma curiosidade, mas com hesitação na sua utilização ou aplicação.

A maioria releva considerando que, à nossa boa maneira, "se sempre funcionou sem este investimento" (ou custo, como a maioria lhe chamaria), para quê reduzir a sua margem agora e aumentar as despesas.

Se o mercado tem mais procura que oferta, só interessa é ter produto, não é?


Será?


Se assim fosse porque será que os investidores de maior dimensão e empresas multinacionais, nomeadamente as que intermediam negócios, investem recursos e tempo neste tipo de apoio?

Porque é inútil?


Façamos um ponto de situação.

Os que aplicam o capital em projectos, por exemplo imobiliários, têm de considerar que estas análises e avaliações podem, por exemplo, fornecer informação útil à decisão de como investir, ou de formas de aumentar o retorno desse investimento. Ou mesmo ajudar a reduzir o tempo de obtenção de um retorno do investimento.

Estes são alguns dos propósitos a que uma análise estratégica, independentemente do seu objecto de análise, deve proporcionar informação e solução.


A análise e avaliação estratégica para este tipo de produtos e sector, onde se inclui o contributo do marketing, cumpre objectivos científicos e de maximização dos objectivos do negócio.

Se baseada na isenção e independência relativamente ao objecto em estudo.


Mais do que estudos de maior ou menor dimensão, do estilo de que nos habituamos ver nos noticiários, quando são realizados de forma a responder às necessidades de análise das organizações , potenciam os seus resultados (quer em tempo, quer em valor) e esclarecem factores ao nível da tomada de decisão.


As metodologias e formulações foram desenvolvidas por profissionais e académicos um pouco por todo o mundo, particularmente nos países onde a cultura da utilidade deste tipo de conhecimento se encontra mais enraizada, como os anglo-saxónicos ou francófonos.


E, em grande medida, já demonstraram a sua utilidade e fiabilidade, quando isentamente executados e correctamente implementados.


Certamente que muitos nos recordamos do célebre "Relatório Porter". Assim como das suas conclusões, e que fez correr muita tinta (tal como o valor de investimento).

Décadas passadas, o único que nos parece que temos a lamentar é o facto de não termos agido sobre essas informações e indicações.

A história e o tempo encarregaram-se de confirmar que as suas conclusões eram as que deveríamos ter seguido e apostado desde logo, em vez de termos aguardado pelas confirmações que os mercados vieram a dar.

Teríamos sofrido menos os impactos, e provavelmente com menos custos financeiros e sociais, das crises subsequentes e teríamos tidos todos mais proveitos financeiros.


Este argumento proporcionado pela nossa história recente, vem reforçar a ajudar a fundamentar a utilidade das análises e avaliações do mercado e das opções de investimento "à priori" de forma a potenciar e dinamizar os resultados que podem ser gerados pela utilização destas ferramentas.


Também os mercados em crescimento (e o desenvolvimento de produtos associados) podem beneficiar da utilidade e mais valias de analisar os cenários à luz destas metodologias e ferramentas.


Então, e dado este enquadramento, o que é que a Imobintel se propõe a realizar e oferecer no âmbito dos seus serviços e área de actuação?


Que mais valias a consultoria estratégica e de negócios, ou a estratégia de marketing (e aqui convém não a fazer corresponder unicamente à área da comunicação e publicidade), pode trazer ao investimento imobiliário?


Como podem beneficiar aqueles que se têm aventurado, ou que pensam desenvolver actividades como investidores, promotores ou construtores de oferta imobiliária?

Mesmo que seja unicamente como investidor financeiro neste mercado.


A Imobintel, com os projectos já desenvolvidos , criou uma metodologia de suporte e um conjunto de áreas de actuação para a ajuda à análise e à decisão de acordo com os referenciais que cada empresa ou investidor possui para este mercado.


A peça central do trabalho desenvolvido foca-se na análise estratégica e de mercado para o enquadramento do investimento a realizar ou desenvolver.

Um enquadramento macro e micro, no diferentes planos e variáveis que, de uma ou outra forma, podem afectar ou influenciar o desenvolvimento do investimento.

Esta análise, que passa em revista aspectos e factores que podem influenciar o mercado ou o produto (sejam estes da vertente económica, social, tecnológica, ou outra) permite desenvolver quadros de referência e de oportunidade orientadores das opções a tomar e desenvolver.

Independentemente da direcção ou opção identificada.


A isenção da Imobintel despeito do caso ou do cenário, proporcionam-lhe a possibilidade que outros actores por vezes não dispõem ou não exercem, de aconselhar o seu cliente para a opção mais adequada (de acordo com as opções estratégicas definidas à priori), independentemente de outros factores ou interesses que se encontrem em jogo.


O único resultado que é relevante é a coerência, a correcção e a melhor solução de negócio, independentemente de terceiros ou de outros cenários, que podem resultar do seu envolvimento e da sua intervenção.


Havendo um potencial de negócio e de rentabilidade para dado projecto de trabalho, a Imobintel apresenta um conjunto de serviços complementares que irão contribuir para que os resultados preconizados produzam os resultados desejáveis e atinjam os seus objectivos.


Naturalmente que qualquer uma destas opções não é interdependente, nem mutuamente exclusivas.

E podem mesmo ser aplicáveis em alguns casos, e não necessárias noutros projectos.

O relevante é o desenvolvimento de uma análise compreensiva e que sirva de fundamento ao desenvolvimento de toda uma forma de agir. O primeiro passo.


Caso o cliente perceba a necessidade de acompanhar e ou desenvolver o seu projecto de acordo com as opções definidas, pode contar com os seguintes complementos para o seu investimento:

  1. Diagnóstico e posicionamento estratégico;

  2. Planeamento e execução de acções de comunicação e de marketing;

  3. Acompanhamento do investimento - supervisão dos factores críticos de sucesso.

Sobre estas actividades poderá encontrar informação complementar nesta página.


Em suma, a actividade de acompanhamento e desenvolvimento de opções de investimento pode, e deve, ser uma mais valia para quem está disposto a aplicar os seus fundos num projecto, seja este imobiliário ou de outra natureza.


A avaliação desse projecto deverá ser realizada sempre com a isenção e a objectividade de quem está focado em obter o melhor e mais benéfico retorno para o seu cliente, sempre através de dados e informações que sustentem e fundamentem as opções.

Com o recurso às ferramentas e tecnologias que proporcionem a resposta clara às necessidades apresentadas.


Muitas opções e "portas" se podem colocar frente ao investidor, mas poucas serão as que possuem a resposta que se enquadra nos seus objectivos.


Quem lhe vende algo possui a visão mais isenta e objectiva sobre o mercado e as demais variáveis, ou terá uma miopia e entropia relativamente ao objecto de investimento?



Aposte sempre em soluções isentas e "desinteressadas" das opções e desenvolvimentos que os projectos podem desencadear.

Os interesses complementares ou paralelos são um dos maiores riscos para a progressão de qualquer investimento com futuro.

Esta é a primeira e mais importante solução estratégica para o investimento.


(em posts futuros prosseguiremos com a análise do que poderão ser os cenários ou opções estratégicas para o investimento)