Vistos Gold - onde investir em imobiliário...


Depois de mais de 7000 Vistos Gold atribuídos, as mudanças que avizinham vão gerar alguma apreensão.


Segundo as notícias que têm vindo a público, a restrição da aplicação dos vistos Gold para as regiões de Lisboa, Porto e Algarve, vai reduzir a entrada deste "estímulo à economia" pela aquisição de imóveis.


Mas será que é mesmo assim?


Nada impede a aquisição de um imóvel noutra localidade e o usufruto do que estes espaços têm para proporcionar em todas as actividades que tenham para desenvolver?

Ou será que essas habitações estão mesmo a ser utilizadas como habitação habitual.


Talvez seja o momento de estimular-mos a entrada de vistos através das restantes opções para estas regiões.

Porque apesar do interesse de todos nós na venda de imóveis de alto valor (ou mesmo de luxo) a cidadãos estrangeiros que pretendam o visto, o investimento que vai permitir que todos possamos adquirir melhores imóveis, e no longo prazo é o que é feito na economia e nos estímulos à produção e criação de valor.


Um tema que continuaremos a acompanhar na Imobintel.


Deixamos aqui a notícia publicada no Dinheiro Vivo sobre o tema e onde a opinião de alguns dos operadores do mercado também se faz ouvir.


Para quem ainda não teve a oportunidade, ou ainda não visitou o nosso site, poderá receber o nosso "Outlook 2020" pela inscrição no nosso site (link aqui).


Igualmente o nosso Dossier de Prospectiva Estratégica 2019 encontra-se numa fase promocional, pelo que poderá aproveitar a oportunidade para conhecer melhor este sector, nomeadamente a relevância do imobiliário no Porto.


After more than 7000 Gold Visas have been awarded, the changes that lie ahead will generate some apprehension.


According to the news that has been made public, the restriction of the application of Gold visas to the regions of Lisbon, Porto and Algarve, will reduce the entry of this "stimulus to the economy" through the acquisition of real estate.


But is it really so?


Does anything prevent the acquisition of a property in another location and the enjoyment of what these spaces/citys have to offer in all the activities they have to develop?

Or is these real estate really being used as usual residence.


Perhaps it is time to encourage visa entry through the remaining options for these regions.

Because despite the interest of all of us in the sale of high-value (or even luxury) properties to foreign citizens who want a visa, the investment that will allow everyone to acquire better properties, in the long run, is what is done developing the economy and stimulating production, there for creating value.


A subject that we will continue to follow at Imobintel.


We leave here the news published in Dinheiro Vivo on the topic and where the opinion of some of the market operators is also heard.


For those who have not yet had the opportunity, or have not yet visited our website, you can receive our "Outlook 2020" by registering on our website (link here).


Likewise, our 2019 Strategic Prospective Dossier is in a promotional phase, so you can take the opportunity to get to know this sector better, namely the relevance of real estate in Porto.


6 visualizações
  • Black LinkedIn Icon

IMOBINTEL

Rua da Lionesa, 446, Ed. C12

Portugal

info@imobintel.pt

929 075 128

©2020 by Imobintel. Desenvolvido por Comunicadores & Associados