Estará a nascer uma nova vaga de investimento no imobiliário residencial?

Atualizado: Abr 1



Segundo a Bloomberg o mercado londrino de arrendamento indiciou poder estar a desenvolver-se uma nova tendência para o investimento imobiliário residencial dos centros das cidades: desde o dia 9 de Março que o numero de propriedades anunciadas para arrendamento de longa duração nestas áreas cresceu 45% e, simultâneamente, os preços pedidos para os alugueres desceram 10%.


Segundo a mesma notícia, este facto terá sido devido à forte quebra da procura turística, que promete deixar vazios muitos dos espaços de alojamento local da cidade (o Finantial Times refere já uma quebra de 40% de novas reservas), lançando na incerteza os proprietários em relação a receiteis futuras, estando estas correlacionadas com a duração das actuais restrições à movimentação de pessoas devido ao surto de Covid-19.


Se este cenário de procura turística diminuída se mantiver por um período longo, tanto o retorno dos investimentos imobiliários (que até há pouco tempo eram tidos como "a galinha dos ovos de ouro"), como a viabilidade de todos os serviços de apoio, essenciais para o bom funcionamento do negócio do alojamento local (maioritariamente micro empresas de gestão operacional de AL, restaurantes, estabelecimentos de diversão, passeios turísticos, etc.), estarão postos em causa.


Assistiremos então a uma rotação da finalidade de muitas destas propriedades residenciais, do aluguer de curta-duração, para o convencional de longa-duração, e a um consequente movimento de reposicionamento estratégico de activos residenciais. O que representaria uma nova vida (mais equilibrada) para os centros das nossas cidades e traria uma boa oportunidade para as cidades poderem finalmente satisfazer as necessidades das suas famílias de classe média.


Esta crise, poderá pois bem ser a porta de entrada para novos projectos residenciais nos centros das cidades, com outras arquitecturas e áreas, a outros preços e com outros investidores (ou os mesmos, reposicionados!).


Aguardemos pelos próximos meses para comprovarmos a dimensão real do impacto da pandemia Covid-19 na economia mundial e na facilidade (e na vontade) de deslocação de pessoas para fora das suas áreas de residência - em particular com recurso a transporte aéreo.


*A IMOBINTEL dispõe de competentes serviços de planeamento estratégico e de comunicação/marketing, capazes de revelar aos seus clientes qual o melhor posicionamento para os seus activos imobiliários e de encontrar a melhor estratégia para os colocar com sucesso no mercado. Consulte-nos!






Is it brewing a new opportunity for real estate investors in the housing markets?


According to Bloomberg the London rental market has signaled the start of a potential new trend for residential real estate in the city centers: since March 9, the number of properties advertised for long-term rental purposes in these areas has grown by 45% and asking prices fell by 10%.


According to the same news, this fact was due to the strong drop in tourist demand, which promises to leave many of the city's local accommodation spaces empty (the Finantial Times already mentions a 40% drop in new reserves), throwing owners into uncertainty. in relation to future receipts, which are correlated with the duration of the current restrictions on the movement of people due to the Covid-19 outbreak.


If this scenario of diminished tourist demand continues for a long period, both the return on real estate investments (which until recently were regarded as "the goose that laid the golden eggs") and the viability of all essential supporting services for the good functioning the business (mostly reservation management and welcoming companies, laundries, restaurants, bars, sightseeing tours, etc.) will be at peril.


We will then witness a rotation of purpose for many of these residential properties, from short-term rentals, to the conventional long-term leases. The consequent movement of strategic re positioning of city centers residential assets, could represent a exciting new (and more balanced) life for the centers of our major cities. That will be an excellent opportunity for cities to be able to finally satisfy the needs of their middle class families.


This crisis, therefore, may well be the gateway to a new inflow of residential projects in the city centers, with other architectures, at other prices and with other investors (or the same ones, re positioned!).


So let us wait for the next few months to find the real extent of the impact of the Covid-19 pandemic on the world economy and on the ease (and willingness) of people to move outside their areas of residence - in particular with the aid of air transport.


* IMOBINTEL has competent strategic planning and communication / marketing services, capable of revealing to its customers the best positioning for their real estate assets and finding the best strategy to marketing them profitably. Contact us now!


15 visualizações
  • Black LinkedIn Icon

IMOBINTEL

Rua da Lionesa, 446, Ed. C12

Portugal

info@imobintel.pt

929 075 128

©2020 by Imobintel. Desenvolvido por Comunicadores & Associados